Demanda Endogovernamental



DEMANDA ENDOGOVERNAMENTAL

Objetivo

Apoiar projetos inseridos em programas e planos de interesse do Governo do Estado, executados em atendimento às políticas públicas, definidas no âmbito do CONECIT, supervisionadas pela SEDECTES e reguladas por meio de Deliberação do Conselho Curador da FAPEMIG.

Requisitos

Ser apresentado na forma de projeto de pesquisa ou de infraestrutura e submetido, obrigatoriamente, em versão eletrônica. Os itens a serem financiados deverão ser devidamente justificados e compatíveis com o objetivo da proposta e com Manual da FAPEMIG.

Encaminhar todos os documentos e informações previstas no Sistema EVEREST.

Ter o coordenador vínculo com a Instituição Estadual Proponente, currículo na Plataforma Lattes do CNPq e estar cadastrado no Sistema EVEREST.

Clientela

Instituições do Estado de Minas Gerais

Diretrizes Específicas

As propostas são analisadas quanto ao mérito e relevância por especialistas e homologadas pela Presidência da FAPEMIG

Qualquer produção científica gerada pelo projeto dever-se-á dar crédito ao apoio recebido da FAPEMIG. A não observância desta exigência inabilitará ao coordenador ao recebimento de outros apoios pela FAPEMIG.

Prazo

A submissão da solicitação deve ser feita com antecedência mínima de sessenta dias da data prevista para o de início do projeto.

Avaliação

As variáveis para avaliação dependerão dos objetivos específicos do projeto, uma vez que no Programa pode ocorrer submissão de propostas diversas.

Os itens elegíveis para avaliação são:

Produção bibliográfica: Trabalhos publicados em eventos nacionais e internacionais, capítulo de livro, livros e artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais.

Formação de recursos humanos: Trabalho de conclusão da graduação, dissertações de mestrado defendidas e teses de doutorado defendidas.

Produção técnica: Manuais de instrução, cartilhas e pedidos de proteção de propriedade intelectual (patente, cultivar, marca, dentre outros).

Insumos: Insumo para elaboração de matéria jornalística, insumo para política pública, técnicas de redução na produção de resíduos, insumos para estudos de propriedade intelectual.

Processo e produto: Novos processos, processos melhorados, novos produtos, produtos melhorados, novas tecnologias, tecnologias melhoradas e citação de pedidos de proteção intelectual.

Impacto social: Empregos gerados e fixação de pesquisadores em instituições estaduais.

Impacto econômico: Geração de impostos, geração de renda, melhoria da qualificação das instituições públicas estaduais, redução de importações, aumento de exportações, aumento no volume de venda, aumento no valor dos produtos comercializados, criação de economia de aglomeração, redução no custo (redução no consumo de matérias-primas água e energia, redução no custo dos produtos comercializados, redução no custo de produção), desenvolvimento regional e dinamização da cadeia produtiva.

 

Outras informações: Manual da FAPEMIG