FAPEMIG divulga o resultado da Chamada 09/2016

Compartilhe



Teleassistência, imunobiológicos, ciências forenses, nanomateriais. Estes são alguns dos temas estudados pelas Redes de Pesquisa Científica, Tecnológica e de Inovação que serão financiadas pela FAPEMIG por meio da chamada 9/2016. O resultado, divulgado no dia 16, apresenta as 21 propostas aprovadas para contratação. Elas receberão, juntas, R$25 milhões. Confira o resultado aqui.

As Redes de Pesquisa são grupos que reúnem pesquisadores de diferentes laboratórios e centros de pesquisa de todo o Estado. Eles desenvolvem trabalhos que contribuem para a formação de recursos humanos e para o avanço das fronteiras do conhecimento. Ao trabalhar em rede, os grupos compartilham a infraestrutura de pesquisa, o que resulta no melhor aproveitamento dos recursos investidos.

A otimização de investimentos, aumentando o número de beneficiados, é um dos pontos fortes do programa, como pontua o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da FAPEMIG Paulo Beirão. Ele destaca o trabalho realizado no julgamento das propostas. “Foram recebidas 129 propostas, que passaram pela análise de comissões formadas por especialistas de diferentes áreas e instituições”, conta.

O programa de Redes de Pesquisa, mantido pela FAPEMIG há mais de 10 anos, se destaca por estimular o compartilhamento de dados e a colaboração entre os pesquisadores. Beirão ressalta, ainda, o fato destes grupos serem considerados de excelência em suas áreas de investigação e trabalharem com temas estratégicos e de ponta.

Dúvidas ou outras informações com dci@fapemig.br

 

​Deseja conhecer o trabalho das Redes Mineiras de Pesquisa?

A revista Minas Faz Ciência publicou uma edição especial sobre o tema em 2014. Clique aqui e saiba um pouco mais sobre o trabalho e os resultados gerados pelas Redes mineiras.

 

 

Diogo Brito