Produtos mineiros em debate na ALMG

Compartilhe

Queijo e café já fazem parte do imaginário coletivo quando o assunto é a gastronomia mineira. Mas o Estado vem se destacando também na produção de vinho, azeite de oliva e derivados do mel. Com avanços científicos e tecnológicos e muita persistência, produtores estão superando desafios, diversificando a produção e chamando a atenção em feiras e premiações internacionais.

Esses itens artesanais da agricultura do Estado estarão em pauta no Ciclo de Debates Produtos Especiais dos Campos de Minas: As Tecnologias e os Mineiros em Destaque, que será realizado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nos dias 30/11 e 1º/12/17. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 29/11. Basta informar os dados aqui.

A programação traz três palestras magnas. A primeira delas, marcada para às 9h30 do dia 30/11, será proferida pelo presidente da FAPEMIG, Evaldo Ferreira Vilela. Com o tema "Cenário da agropecuária em Minas Gerais", a proposta é oferecer um panorama do Estado, destacando as conquistas e os desafios que se apresentam para o crescimento e a diversificação.

Os produtos que são tema do ciclo de debates também serão expostos e comercializados nas dependências da ALMG durante o evento e farão parte de uma grande feira, no dia 2/12 (sábado), na Praça Carlos Chagas, promovida pelo Projeto Aproxima, um dos parceiros do evento.

Casos inspiradores serão apresentados
Além de divulgar produtos especiais e artesanais da agropecuária mineira, o ciclo de debates discutirá a inserção dos produtos mineiros nos mercados nacional e internacional. Casos de sucesso serão apresentados, como o dos queijos do Gir e Kankrej, do Serro (Região Central do Estado), premiados na França, ou o do vinho Maria Maria, de Três Pontas (Sul de Minas), medalha de bronze na Inglaterra. As duas premiações ocorreram neste ano.

Tradição e avanços científicos também estarão representados, como o caso do café certificado que deu origem a uma linha de cosméticos e garantiu à produtora Vanessa Vilela presença na lista das dez melhores empreendedoras do mundo em 2010, em premiação promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Os painéis serão seguidos de debates. Treze entidades são parceiras da ALMG na organização do evento, entre elas a FAPEMIG. Confira a programação completa:

30/11/2017

9 horas: Abertura

9h30: Palestra magna - Cenário da agropecuária em Minas Gerais

- Evaldo Ferreira Vilela, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e membro titular da Academia Brasileira de Ciências

10h10: Painel 1 - Queijos artesanais de Minas

- Túlio Madureira, presidente da Comissão Técnica do Queijo Minas Artesanal da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg); presidente da Associação dos Produtores Artesanais do Queijo do Serro (Apaqs) e medalhista de prata com a marca Kankrej e de bronze com a marca Queijo do Gir, no Mondial Du Fromage de 2017, na França

- Gilson Sales, mestre e doutorando em Tecnologia e Inspeção de Produtos, com ênfase em Queijo Artesanal; fiscal agropecuário estadual e superintendente de Agroindústria da Secretaria de Agricultura

- Eduardo Tristão Girão, jornalista especializado em gastronomia e repórter do jornal Estado de Minas

11h10: Debates

12 horas: Intervalo

13h30: Palestra magna - Produtos especiais de Minas no comércio internacional

- Odilson Ribeiro, auditor fiscal federal agropecuário; secretário de Relações Internacionais do Agronegócio no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Foi o 1º adido agrícola perante a Missão do Brasil junto à União Europeia, em Bruxelas (Bélgica), e eleito, por dois mandatos consecutivos, para a presidência do Comitê de Normas da Convenção Internacional para a Proteção dos Vegetais (CIPV) da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO-ONU)

14 horas: Painel 2 - Azeite de oliva

- Nilton Caetano de Oliveira, presidente da Associação dos Olivicultores dos Contra Fortes da Mantiqueira (Assolive) e consultor especializado em olivicultura

- Adelson Francisco de Oliveira, engenheiro agrônomo e pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig)

- Ana Beloto, azeitóloga, especialista em azeites e marketing da Sandeleh Alimentos

- Luiz Eduardo da Silva Maya, gastrônomo, olivicultor e gestor do Projeto Aproxima

15h30: Painel 3 - Mel de abelhas e derivados

- Luciano Fernandes, engenheiro de produção; presidente da Cooperativa dos Apicultores e Agricultores Familiares do Norte de Minas na gestão 2016-2020 e apicultor associado à Associação dos Apicultores do Norte de Minas

- Fabricio Lopes da Cruz, médico veterinário; analista em Desenvolvimento Regional da Companhia de Desenvolvimentos dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf)

- Cézar Ramos Júnior, apicultor, produtor de mel e própolis verde em Minas Gerais; sócio-diretor comercial da Natucentro Própolis e presidente da Federação Mineira de Apicultura na gestão 2017-2019

16h30: Debates

17h30: Encerramento

 

1º/12/2017

9 horas: Abertura

9h15: Palestra magna - Produção agropecuária e responsabilidade ambiental

- Rui Verneque, produtor rural e presidente da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig). Foi chefe de pesquisa e pesquisador sênior da Embrapa Gado de Leite, coordenando o Programa Nacional de Melhoramento Genético de Zebu Leiteiro

10 horas: Painel 4 - Vinhos de Minas

- Eduardo Junior, produtor rural, formado em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras (Ufla)

- Murilo de Albuquerque Regina, engenheiro agrônomo PhD em Viticultura e Enologia pela Universidade de Bordeaux (França); pesquisador da Epamig e coordenador do Programa Estadual de Pesquisa em Viticultura

- Júlio Anselmo de Sousa Neto, consultor, escritor e palestrante sobre vinhos

11 horas: Debates

12 horas: Intervalo

14 horas: Painel 5 - Cafés especiais de Minas

- Clemilson Pereira, diretor-presidente da Cooperativa dos Agricultores Familiares de Poço Fundo e Região (Coopfam)

- Níwton Castro Moraes, engenheiro agrônomo especialista em Cafeicultura pela Universidade Federal de Lavras (Ufla) e coordenador técnico estadual da Emater

- Luiz Gonzaga, professor titular do Departamento de Administração e Economia da Ufla e diretor da Agência de Inovação do Café (InovaCafé)

- Sergio Regina, engenheiro agrônomo formado pela Universidade Federal de Lavras (Ufla) e coordenador estadual de Culturas da Empresa de Assistência e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater/MG)

- Vanessa Vilela, farmacêutica e bioquímica. Fundadora e presidente da Kapeh, empresa de cosméticos feitos à base de café certificado, figurou entre as 10 melhores empreendedoras do mundo no prêmio Empretec Women in Business Award 2010, promovido pela ONU, e venceu o Prêmio Nacional de Inovação em 2011

15h30: Debates

16h30: Encerramento