Programa Grand Challenges Explorations financia desafios em cinco temas

Compartilhe

Estão abertas, até 13 de maio, as inscrições para a 15ª edição do Grand Challenges Explorations (GCE). Em Minas Gerais, o programa da Fundação Bill & Melinda Gates é desenvolvido em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG). O GCE financia desde aplicativos a soluções para doenças infantis e está aberto a qualquer disciplina, ou seja, de alunos a professores titulares e de qualquer organização que demonstrem potencial no desenvolvimento de ideias inovadoras em saúde, agricultura e desenvolvimento para solucionar grandes desafios nas temáticas propostas.

Os temas desta edição serão centrados em cinco questões de impacto global:

• Promoção da Saúde Intestinal de Bebês e Recém-Nascidos por Meio da Engenharia do Microbioma Mediada por Bacteriófagos
• Explorando Novas Maneiras de Medir Dados de Oferta e Uso de Serviços Financeiros Digitais
• Facilitando a aceitação de pagamentos via celular por parte de comerciantes
• Ferramentas de Vigilância, Diagnóstico e de Dieta Artificial para Apoiar Novas Abordagens em Controle de Vetores
• Novas Abordagens Para Enfrentar a Transmissão Residual de Malária · Novas Maneiras de Reduzir Mortes de Crianças Por Pneumonia com Tratamentos Eficazes e Administrados a Tempo

A descrição completa, em português, pode ser vista aqui (http://gcgh.grandchallenges.org/GCGHDocs/Round_15_Topics_Portuguese.pdf). Para participar, é necessário enviar a proposta, em inglês. As descrições detalhadas e instruções de como se inscrever podem ser conferidas aqui (http://gcgh.grandchallenges.org/Explorations/Pages/PortGCEIntroduction.aspx). Este ano, o programa destinará o aporte financeiro de US$100 mil aos projetos selecionados. Os projetos bem sucedidos com os recursos iniciais irão concorrer a um financiamento adicional no valor de US$1 milhão. No Brasil, uma parceria com 17 Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) garante um aporte adicional de 50.000 a 100.000 dólares a inovadores desses 17 estados que tiverem suas ideias selecionadas pelo programa.

Confira aqui os critérios envolvidos na escolha das propostas e tire outras dúvidas sobre o programa na seção FAQ.

Histórico

O programa foi lançado em 2008 e mais de 1140 projetos em 60 países já foram financiados, sendo que sete deles no Brasil. O mais recente é o da pesquisadora Marilyn Nations, da Universidade de Fortaleza (UNIFOR), primeira instituição do Nordeste financiada pelo GCE. Em 2011, o pesquisador da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Antônio Ávila foi o único brasileiro a conquistar o prêmio entre os 88 agraciados, dentre 2.500 trabalhos inscritos. O feito fez do professor o segundo dos três brasileiros vencedores do prêmio desde seu lançamento. Veja outros projetos brasileiros em: http://grandchallenges.org/.