FAPEMIG na 67 SBPC

Compartilhe

De 12 a 18 de julho, a Fundaçãode Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) estará na 67 Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Este ano, a reunião traz o tema Luz, Ciência e Ação e acontece na Universidade Federal de São Carlos, na cidade de São Carlos (SP).

Com uma extensa programação, o evento oferece 212 atividades e conta com a participação de pesquisadores renomados do Brasil e do exterior. Ao todo, serão 64 conferências, 62 mesas-redondas, 52 minicursos, 13 sessões especiais, 11 simpósios, cinco assembleias e quatro encontros. Na solenidade de abertura do evento, a presidente da SBPC, a pesquisadora Helena Nader, destacou a importância de eventos como esse em tempos difíceis como o que o Brasil está passando. “A cidade de São Carlos nos mostra que, mesmo épocas de crise econômica e de valores, é possível contribuir para o crescimento do País, tendo a ciência e a educação como apoio”, acredita Nader.

A cidade de São Carlos é considerada um polo tecnológico do Estado de São Paulo. Com duas universidades federais (USP e UFSCAR), duas unidades da Embrapa e outros importantes centros tecnológicos, a cidade é referência na área de Ciência, Tecnologia e Inovação (C,T&I). Durante o evento, o ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, disse que as políticas de C,T&I do País precisam obedecer às especificidades nacionais. “Precisamos observar as necessidades do País, mas sem nos deslocarmos dos anseios universais. Mesmo com cortes no orçamento, temos buscado alternativas para continuar avançando, como a solicitação de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para realizar obras de infraestrutura na área”, explicou o ministro.

Além da ExpoT&C – exposição de trabalhos científicos e tecnológicos de diversas instituições – a SBPC traz, pela primeira vez, a SBPC Inovação, em virtude da relevância do tema para a sociedade. Durante a semana, os visitantes também poderão aproveitar a SBPC Jovem, a SBPC Indígena e a SBPC Cultural.

Durante a reunião de abertura também foi divulgado o vencedor do Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnoçógica na categoria "Instituição ou Veículo de Comunicação": a Fiocruz conquistou o prÊmio de 2015. O Prêmio anual, concedido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq) desde 1978, é destinado a iniciativas que contribuam significativamente para tornar a Ciência, a Tecnologia e a Inovação conhecidas do grande público.

Segundo o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, receber o Prêmio José Reis “representa a consagração e o reconhecimento de uma das questões das mais caras desde e constituição da Fiocruz”.