DataViva é apresentado em Fórum Mundial

Compartilhe

A quarta edição do World Government Summit, fórum mundial que discutiu o desenvolvimento dos governos, além da apresentação de ferramentas para ampliar a eficiência e o impacto social das ações governamentais, contou com a apresentação do site DataViva entre os 11 projetos selecionados mundialmente. Durante o evento, que aconteceu de 8 a 10 de fevereiro, em Dubai, o coordenador e idealizador do projeto, Thiago Borges, apresentou a plataforma de visualização de dados, desenvolvida por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG).

O DataViva disponibiliza informações públicas nacionais sobre importações e exportações, atividades econômicas, ocupações e cursos de todo o Brasil e já possui mais de um bilhão de visualizações. “Foi uma oportunidade única para o DataViva participar deste evento que busca divulgar projetos que podem impactar governos e modificar a forma de gestão governamental. O retorno das apresentações foi ótimo, tive a oportunidade de apresentar, por exemplo, para o governo dos Emirados Árabes, o presidente de Ruanda e o próprio rei de Dubai”, declara Thiago. A ferramenta desenvolvida em Minas Gerais ganha repercussão internacional, pois pode contribuir para a economia e gestão governamental.

O desenvolvimento do DataViva teve início em 2007, por meio de discussões entre o governo de Minas e uma equipe do MIT Media Lab, do Massachusetts Institute of Technology (MIT), coordenado pelo professor Cesar Hidalgo. Por Minas Gerais representar a terceira maior economia do país, a plataforma mostra a exportação do minério de ferro e do café como algumas das principais fontes de recursos do Estado. “Com o intuito de promover a diversificação da economia, espera-se que o processo de fortalecimento da atividade industrial e econômica possa ter uma base empírica para auxiliar na tomada de decisões, uma vez que a ferramenta apresenta um retrato do mercado de trabalho, dos cursos técnicos e superiores, além dos produtos exportados e importados por qualquer município do país”, comenta Thiago. Assim, os dados mostram os processos pelos quais as oportunidades podem ser exploradas e os caminhos futuros para uma sociedade mais próspera.

Acesse a plataforma e conheça o Dataviva.info