Carta de Goiânia será apresentada na Reunião Magna em comemoração aos 100 anos da ABC

Compartilhe



Nos dias 18 e 19 de abril, pesquisadores brasileiros ligados ao campo e à agroindústria para debater os principais pontos relacionados à pesquisa aplicada na agricultura e na pecuária. O evento foi realizado pela Vice-presidência Minas Centro-oeste e faz parte da programação em comemoração ao centenário da Academia Brasileira de Ciências (ABC).

Com o tema “A Pesquisa na Agricultura: implicações para a sustentabilidade e a segurança alimentar global”, foram realizados sete palestras e quatro painéis, que abordaram temas importantes ligados à pesquisa em toda a cadeia produtiva. Foram ressaltados desde a produção sustentável de grãos, carne, leite e hortaliças, até sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), produção de orgânicos e agricultura de precisão – todos sob uma perspectiva sustentável.

Para o presidente eleito da ABC, Luiz Davidovich, eventos como esse são muito importantes para reunir diversos atores, como pesquisadores, instituições e a sociedade. “Esse é um dos papeis da ABC, contribuir de modo efetivo para a promoção de estudos científicos que contribuam para embasar políticas públicas em temas relevantes para o País e a agricultura é essencial”, afirma Davidovich.

Evaldo Vilela, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa (FAPEMIG) e coordenador do evento, acredita que o encontro foi riquíssimo e contribuiu para manter a pesquisa na agricultura na pauta da ciência nacional. “Os debates foram importantes e o resultado das discussões está consolidado por meio da Carta de Goiânia, divulgada ao final do evento e que será entregue na Reunião Magna da ABC, no Rio de Janeiro, em maio”, explica.

Conheça a Carta de Goiânia.

Acesse todas as apresentações do evento

Vivian Teixeira