AIMDay reúne pesquisadores, em BH, para discutir soluções para a nova revolução industrial

Compartilhe

Aimday

 

Pesquisadores brasileiros e suecos se reuniram, na manhã desta quinta-feira, 19 de maio, com grandes empresas para discutirem soluções para os desafios da chamada indústria inteligente (smart industry), durante o workshop AIMDAY- Smart Industry, na Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Considerada a nova revolução industrial por integrar a manufatura com a tecnologia de informação e comunicação, a smart industry busca conectar pessoas, máquinas e processos inteligentemente. “É um tema extremamente importante. A gente tem que se preparar para essa indústria do futuro. A tendência é que a indústria vai se automatizar cada vez mais”, afirma o especialista em redes neurais artificiais e professor da UFMG, Antônio Braga.

Durante o evento, o público assistiu às palestras de renomados pesquisadores, como Anders Malmberg da Uppsala University, que destacou a importância da inovação no setor industrial.

“Devemos ter um approuch amplo para a inovação, visto que nem toda inovação é tecnológica, mas também organizacional, de mercado, etc. Novas combinações de coisas já existentes. Processos de inovação são tipicamente realizados pela interação dos atores mais do que pelos atores em si”, ressalta.

Em seguida, empresas como, Vale, Ericsson Telecomunicações e Volvo, trouxeram perguntas para os pesquisadores ajudarem a solucionar problemas internos. Cada empresa se reuniu com especialistas das diversas áreas que podem, no futuro, virem a desenvolver os desafios propostos.

Ainda de acordo com Antônio Braga, vai chegar um momento em que a indústria irá se tornar autônoma, pois, aos poucos as maquinas vão assumindo as funções humanas. O professor destaca também que o momento atual é bastante propício para a smart industry. “Os custos dos dispositivos de hardware estão mais baixos, os modelos matemáticos que podem ser incorporadas nesses dispositivos estão mais avançados”, destaca.

Minas sai na frente

Para Antônio, é extremamente importante trazer esse tipo de evento para Minas Gerais. “A indústria local e as academias começam a discutir e, consequentemente, se preparar para buscar soluções para os desafios apresentados”.

O acadêmico destaca também que já existem iniciativas semelhantes em outros países, “mas elas também estão começando. Agora estão surgindo políticas nacionais, diretrizes futuras para o desenvolvimento e absorção dessas novas tecnologias”, finaliza.

O Workshop AIMday Smart Industries integra a programação do Brazil-Sweden Excellence Seminar. O evento foi organizado por meio de uma parceria multi-institucional entre o CISB, a Uppsala University, a Linköping University (LiU), a Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O evento tem apoio do Sistema Mineiro de Inovação-SIMI.