Minas Gerais apresenta a nova casa do Seed, o maior programa de aceleração de startups do estado

Compartilhe

Divulgação Sectes

 

O maior programa de aceleração de startups de Minas Gerais, o Seed (Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development), apresentou sua nova casa nesta terça-feira (14/6), em Belo Horizonte. Na oportunidade, mais de 200 pessoas, entre empreendedores, empresários, governo, representantes da Fiemg, Sebrae, BHTec e convidados do ecossistema de inovação compareceram ao Espaço CentoeQuatro para dar as boas vindas às 40 startups selecionadas na 3ª rodada do programa.

A recepção dos convidados ficou por conta do ator, apresentador e empreendedor com passagem pelo Seed, Erick Krominski, que lembrou de sua participação e da importância do projeto para o ecossistema de empreendedorismo do país. "Parabéns aos futuros empreendedores milionários", brincou o mestre de cerimônias. "Quando fui selecionado para o Seed, eu nem sabia o que era um pitch. Eu aprendi do zero aqui, desde montar um plano de negócio até fazer pesquisa de mercado”, recordou.

Após a inauguração com o corte da fita, as startups e todos os presentes puderam subir para conhecer o novo espaço de coworking do Seed. A ação também foi estendida ao período da tarde, momento em que as equipes conheceram um pouco do processo de aceleração e tudo que irá acontecer nos próximos seis meses.

Presente na solenidade, o secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado, Miguel Corrêa, ressaltou que o Governo do Estado está investindo cada vez mais no setor. Além disso, Corrêa afirmou que o Seed é apenas um dos projetos que constroem essa nova economia. “Minas Gerais, está se tornando um dos melhores lugares para trabalhar inovação em todo o país”, apontou.

Também presente na cerimônia de inauguração, o secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, enfatizou a importância de projetos como o Seed, o empreendedorismo e a economia criativa em Minas Gerais, hoje referência nacional.

 

Aceleração

Os 40 projetos receberão mentoria personalizada e formação empreendedora por parte de profissionais renomados, como Aluir Dias, diretor de pré-aceleração da TechMall. As esquipes farão conexão com o ecossistema local, além de receberem capital semente de até R$ 80 mil, livres de participação.

Entre as 40 startups selecionadas, 20 são mineiras, 10 vieram de outros estados e outras 10 são estrangeiras. Em suas duas primeiras edições, o Seed acelerou 73 startups, sendo 53 brasileiras e 20 estrangeiras. Juntas, essas empresas levantaram mais de R$ 10 milhões em investimentos após seu período de aceleração pelo programa.

 

Divulgação/Sectes