Centro Cultural UFMG participará da 10ª Primavera dos Museus

Compartilhe

Entre os dias 19 e 25 de setembro de 2016, o Centro Cultural UFMG, em parceria com o Instituto Brasileiro de Museus – Ibram/Ministério da Cultura, participará, juntamente com outros museus da cidade, da 10ª Primavera dos Museus. A proposta de atividades está bem diversificada, incluindo exposições, oficinas, ensaios abertos, palestras cantadas, concertos, visita mediada, exibição de filmes, dança, entre outros. O Centro Cultural UFMG fica na Av. Santos Dumont, 174, no centro de Belo Horizonte. Informações pelo telefone (31) 3409-8290. Para participar das oficinas é necessário fazer inscrição até o dia 16 de setembro. Confira a programação.

Exposições

Exposição ‘Uma Questão de Fé’ – Mostra constituída de esculturas em cerâmica, oratórios e pinturas do artista Hélio Siqueira. Galeria Aretuza Moura. Entrada franca.

Visualidades e Memória - Cruzamento de memórias fotográficas do prédio do Centro Cultural UFMG e do entorno, em uma perspectiva histórica em diálogo com a vivência contemporânea de Belo Horizonte. Espaço Memória e Experimentação. Entrada franca.

Oficinas

Serão ofertadas as seguintes oficinas: jogo das máscaras tradicionais da cultura popular brasileira; história da arte em Belo Horizonte; dança contemporânea com Dorothé Depeauw e Guilherme Morais; e teatro para crianças. Interessados em participar das oficinas devem se inscrever até o dia 16 de setembro, de 10h às 20h, de segunda a sexta-feira, pelo e-mail: programa@centrocultural.ufmg.br ou na secretaria do Centro Cultural UFMG, Informar nome, e-mail, telefone, idade e oficina de interesse.

O jogo das máscaras tradicionais da cultura popular brasileira - Pretende levar os participantes a experimentar e criar possibilidades de atuação utilizando as máscaras presentes nas diversas manifestações tradicionais da cultura popular brasileira. Serão utilizadas máscaras dos brincantes do bumba-meu-boi do Maranhão, das folias de reis da região sudeste, das Cavalhadas de Goiás, etc. Dias 20, 21, 23, 24 de setembro | 14h00 às 17h00 | Idade mínima: 15 anos | Vagas: 15 | Gratuita | Ministrante: Rogério Lopes.

História da arte em Belo Horizonte – Acervo do Museu de Arte da Pampulha Trazer para o público o acervo do Museu de Arte da Pampulha, atual patrimônio cultural da humanidade. Dia 20 de setembro de 2016 | 18h30 às 21h30 | Vagas: 20 | Gratuito | Ministrante: Nelyane Gonçalves Santos.

Dança Contemporânea com Dorothé Depeauw e Guilherme Morais – Pretende abordar as ferramentas empregadas pelos ministrantes no projeto Asararas. Serão pesquisados mecanismos inatos de reflexo do corpo, além das relações e escutas instintivas de si mesmo e do outro. Dia 22 de setembro | 14h00 às 16h00 | Idade Mínima: 15 anos | Vagas: 20 | Gratuita | Ministrantes: Dorothé Depeauw e Guilherme Morais.

Teatro para Crianças – Proporcionar uma experiência sensível em teatro, estimulando a imaginação e a criatividade a partir do tema “a invenção do mundo”. Dia 24 de setembro | 14h00 às 17h00 | Público Alvo: crianças de 6 a 12 anos | Vagas: 20 | Gratuita | Ministrantes: Lucas Fabrício e Luísa Bahia.

Palestra Cantada

A palestra Cantada do Samba de Terreiro visa oferecer aos participantes uma viagem de volta às raízes do samba, proporcionado momentos práticos e teóricos onde serão repassados fundamentos que deram origem ao “Samba de Terreiro”.

A palestra ocorre no dia 21 de setembro, das 18h às 21h. Há 30 vagas e o público alvo são educadores, performers, artistas de todas as áreas e demais interessados em vivenciar uma imersão no corpo construído pela musicalidade afro-brasileira. As inscrições são gratuitas e a palestra será ministrada pelo Grupo Samba de Terreiro.

Ensaios Abertos

No dia 23 de setembro, das 9 às 12h, o Coletivo Piá irá compartilhar a criação do seu espetáculo a partir dos temas “infâncias” e “criação do mundo”. Após o ensaio haverá um bate papo sobre o processo criativo e teatro em geral. O público Alvo são crianças de 6 a 12 anos e serão ofertadas 40 vagas. Inscrição gratuita. Artistas envolvidos: Adriana França, Francis Severino, Lucas Fabrício, Luísa Bahia e Raísa Campos.

Também no dia 23 de setembro, das 15 às 18h, será a vez do grupo ‘Mulheres Míticas’ partilhar com o público o processo de criação do espetáculo "O Deszerto”, que se estende desde a pesquisa teórica, até a criação dramatúrgica e encenação. A idade Mínima para participar do ensaio aberto são 14 anos estão sendo oferecidas 30 vagas.| Inscrição gratuita. Artistas envolvidos: Fabrício Trindade, Felipe Cordeiro, Gabriela Figueiredo, Jéssica Ribas, Luísa Lagoeiro e Sara Rojo.

Dança

Hip Hop no Museu - Realizado pelo Projeto UMA, crew feminina de danças urbanas é um evento que reúne três dos elementos da cultura Hip Hop. Apresentações de grupos de estilos variados e batalhas de dança são atrações confirmadas. Além disso, DJs e MCs ficam encarregados de colocar o público para dançar até o fim da noite. Dia 23 de setembro | 19h às 23h30 | Entrada Franca.

Roda de Conversa

Roda de Conversa dobre Samba com A Velha Guarda do Samba de Belo Horizonte – Oferecer uma roda de conversa com os compositores e sambistas da Velha Guarda em comemoração aos 100 anos do samba brasileiro. Histórias, prosa e conversa sobre a história do samba e a importância do samba mineiro enquanto patrimônio histórico nacional. Dia 21 de setembro de 2016 | 15h às 18h | Entrada Franca.

Música

Concerto Prata da Casa – Grupo de Trompetes da Escola de Música da UFMG. Dia 19 de setembro de 2016 | 19h30 | Auditório | Entrada Franca.

Música & Poesia – Show Mensageiro do Universo com Moisés Pescador e Banda - Canções autorais enraizadas na cultura africana. Em suas composições é abordado o culto aos Orixás e as relações com a natureza. Aborda os ritmos africanos (Afoxé, Ijexá, samba de terreiro, etc) e utiliza ainda vocalizações em suas músicas que apresentam as saudações dos orixás em Iorubá. | Dia 21 de setembro de 2016 | 20h | Hall Superior | Entrada franca.

Cinema

CineCentro - Exibição de filmes representativos da história do cinema

Doze Homens e uma Sentença | (EUA, Livre, 1957, 96’) - O filme gira em torno de um julgamento, onde um jovem é acusado de ter matado o próprio pai. Os 12 jurados se reúnem para decidir a sentença, com a orientação de que o réu deve ser considerado inocente até que se prove o contrário.

Relíquia Macabra (O Falcão Maltês) | (EUA, 12 anos, 1941, 100’) - Um detetive particular (Humphrey Bogart) é procurado por uma mulher misteriosa (Mary Astor), que alega estar sendo ameaçada. Mas tanto o seu perseguidor quanto o homem encarregado de protegê-la aparecem mortos e tudo gira em torno de uma estátua de falcão de valor incalculável. Dia 22 de setembro de 2016 19h | Auditório | Entrada franca.

Visita Mediada

UAI à Pé – Noturno na Praça da Estação - visita mediada noturna nos principais edifícios e monumentos que compõem a Praça da Estação. Dia 23 de setembro de 2016 | 19h | Vagas: 20 Gratuito | Com Alice de Mello (Centro Cultural UFMG).

(Com Centro Cultural UFMG - (31)3409-8290 | www.ufmg.br/centrocultural)

Cedecom UFMG