FAPEMIG financia Workshop Internacional

Compartilhe

Crédito: Tatiana NepomucenoA Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG), em cooperação com o British Council, apoiou a realização, em Belo Horizonte, do International Workshop Researcher Connect Persuasive Proposals. Esse é o primeiro ano em que o workshop foi realizado em instituição de ensino particular e segue até o dia 8 de fevereiro na Faculdade Promove.

A iniciativa destina-se a professores, mestrandos e doutorandos que buscam aprimorar suas habilidades em comunicação científica em contextos internacionais e multiculturais. Para a coordenadora do mestrado em Tecnologias Aplicadas à Saúde da Faculdade Promove, Rosangela Silgueira Hickson, a submissão da proposta à FAPEMIG para realização da atividade deu-se em função do foco mercadológico da instituição.“Nosso foco é o mercado e almejamos que o projeto/tese saia da academia e gere um produto para a sociedade. Nesse contexto, o presente curso torna-se essencial, pois capacita de forma prática a elaboração de propostas ou projetos seguindo o padrão internacional e possibilitando a internacionalização da tese defendida”, salienta.

As aulas são ministradas em inglês e os participantes aprendem técnicas para se comunicarem melhor no idioma em diversas situações: apresentações orais, escrita acadêmica, publicação de artigos em periódicos internacionais, propostas de projetos, elaboração de abstracts, entre outros. Para a treinadora do curso, Sandra Sparks, da University of Warwick (Reino Unido), as pesquisas devem ir para a rua e o conhecimento é o caminho “A comunicação na língua inglesa gera oportunidades, pois a pesquisa não fica inerte em um país ou academia, ela circula e pode ser distribuída para o mundo e se você trabalha essa capacidade de comunicação entre os pesquisadores, você gera resultados para a população”, ressalta.

Para Simone Barreto, que veio de São Paulo (SP) para a oportunidade, o curso é uma ferramenta importante para a sua área de atuação. Ela é pesquisadora na área de Negócios Internacionais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e viu no workshop um meio para aprimorar suas habilidades em comunicação.“Não existe pesquisa sem a visão global e essa oportunidade, além de ampliar os horizontes, também possibilita a troca de experiências e uma comunicação científica em contextos internacionais e multiculturais mais assertiva”, complementa.

O curso também foi realizado no Centro de Direito Internacional (Cedin), entre os dias 1 e 3 de fevereiro. Sandra Sparks, por meio das dinâmicas e atividades práticas, percebeu uma importante evolução com relação à estrutura comunicacional dos participantes: maior confiança em se comunicar em inglês, desejo de realizar mais pesquisas e mais desenvoltura em se apresentar em público foram alguns dos pontos observados. Segundo Murilo Melo Vale, professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a iniciativa contribuiu muito para uma redação estratégica:“Fui com o propósito de melhorar minhas habilidades na elaboração de artigos e projetos para instituições de ensino no exterior e acabei por perceber que a lógica não é escrever o que achamos apropriado e sim escrever para o leitor. Dessa forma, a probabilidade de adesão ao nosso projeto ou propósito aumenta”, diz Murilo.

Oportunidade

O Researcher Connect é um curso de desenvolvimento profissional com foco em comunicação, oferecido totalmente em inglês. Seus vários módulos também podem contribuir, indiretamente, para o desenvolvimento de outras competências, tais como relacionamento interpessoal, engajamento e impacto, habilidades cognitivas, criatividade, gerenciamento de carreira e profissional, finanças e fontes de financiamento, gerenciamento de pesquisa e conduta profissional.

Ele fornece ao participante insights, compreensão e ferramentas para comunicar de maneira eficiente, independentemente da situação ou do contexto. Sua função secundária é o desenvolvimento de pensamento crítico e de habilidades críticas e reflexivas. Mais informações aqui.


Mini Currículo da Sandra Sparks

Sandra Sparks é Gerente de Projeto e Consultora no Reino Unido. Possui experiência tanto no setor público, quanto privado nas áreas de liderança,gerenciamento de projetos e governança corporativa. Outras informações aqui.

 

Em caso de dúvidas, entre em contato com: ci@fapemig.br