Mobilidade urbana é tema de mesa de bar

Compartilhe

 

Foto: Adenilson Nunes/GOVBA

 

O tempo que você leva de casa para o trabalho, quanto o seu veículo impacta a qualidade de vida nas cidades ou com que tipo de transporte você chegou até o bar de sua preferência. Essas questões permeiam o cotidiano das pessoas e merecem ser debatidas em qualquer lugar. No dia 17 de maio, o tema será trazido para a mesa de bar, durante o Pint of Science.

O tema será tratado de forma leve e envolvente pelos cientistas Paulo Tadeu Arantes, da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e Peolla Paula Stein, do Cefet-MG. Como o tema diz respeito a algo que afeta a todos diretamente, os pesquisadores vão conduzir o assunto com base em duas abordagens: do ponto de vista do deslocamento e da possibilidade do uso da infovia.

Paulo Arantes defende que, numa cruzada pela mobilidade, não basta, eleger os vilões, como o automóvel, e desenhar uma forma de ocupação do território pelas cidades. “A utilização mais intensa de uma via adicional, a infovia, por exemplo, apresenta-se como uma alternativa que poderia contribuir de forma substancial para desafogar nossas infartadas ruas e avenidas”, aponta o pesquisador. O cientista acredita que a justificativa para a intensificação deste uso é simples, pois, se as pessoas têm uma infinidade de informações disponíveis na tela de seus dispositivos de contato, sejam eles computadores ou smart phones, porque não substituir um número significativo de viagens diárias por um simples clique, feito no conforto de sua casa, ou de seu local de trabalho?

Sobre o Pint of Science

O evento foi criado em 2013, na Inglaterra, por estudantes de pós-graduação, e é uma tentativa de aproximar a sociedade de temas relacionados à ciência, tecnologia e inovação. A iniciativa é realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG).

 

Agenda Pint of Science

Painel: Mobilidade urbana – vai pra onde?
Data e horário: 17 de maio - 19h30 às 21h
Local: Cantina do Lucas- Av. Augusto de Lima, 233 - Loja 18/19 – Centro

 

Mini currículo dos pesquisadores

 Paulo Tadeu Arantes

Arquiteto pela Escola de Arquitetura da UFMG. Especialização em planejamento urbano e regional pela Universidade de Dortmund, Alemanha. Mestre e doutor em Estruturas Ambientais Urbanas pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP). Recebeu o Faculty Enrichment Award do Governo do Canadá nos anos de 1991 e 2006. É Professor Titular da Universidade Federal de Viçosa, UFV, onde leciona, desde 1992, disciplinas de projeto arquitetônico no curso de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Projetos Industriais e Institucionais. Coordena uma linha de pesquisa com ênfase nos seguintes temas: cidades criativas, economia criativa e acessibilidade. Atua como consultor e conferencista em temas como: acessibilidade, mobilidade, economia criativa, cidades criativas, empreendedorismo, parques tecnológicos, incubadoras de empresas, inovação tecnológica e criatividade.

 

Peolla Paula Stein

Mestre em Engenharia de Transportes pela Escola de Engenharia de São Carlos - EESC/USP na área de Planejamento e Operação de Sistema de Transportes. Trabalhou no Grupo Tectran-Systra, empresa de consultoria nas áreas da Engenharia de Transporte. É professora do CEFET-MG, Instituto Keynes e Instituto Pós Graduar. É autora do livro Introdução ao Gerenciamento da Mobilidade Sustentável. Realiza pesquisas nas áreas de Mobilidade Urbana Sustentável, Participação Cidadã no Planejamento Urbano e Psicologia do Trânsito.

 

Outras informações podem ser obtidas com a Central de Informações da FAPEMIG pelo e-mail ci@fapemig.br .