Webinário Centelha desafia a inventar e reinventar

Vanessa Fagundes - 03-12-2020
653

Na última terça-feira (1/12), os participantes do 2º Webinário Centelha MG foram levados a refletir: de que formas poderiam inventar, se reinventar e mudar seu ponto de vista? Conhecimento e trocas de experiências podem ter esse efeito e apontar para caminhos, até então, imprevisíveis. Com esse espírito, o Webinário propôs uma discussão sobre o caminho do sucesso.

Aberto ao público na parte da manhã, o evento contou com a participação do presidente da FAPEMIG, Paulo Beirão. Ele destacou a relevância das empresas de base tecnológica e sua importância na transformação do conhecimento em produtos e processos, que beneficiam a sociedade. Marcelo Nicolas Camargo, superintendente da área de pesquisa aplicada e desenvolvimento da Finep, também participou da abertura, quando destacou a importância do plano de negócios para enfrentar desafios típicos do ambiente de inovação – os riscos tecnológicos e a continuidade.

Carlos Eduardo Bizzotto, consultor da Fundação CERTI, proferiu a palestra “Validação de negócio: será que a minha startup vai ser um sucesso?”. Dentro outros, Bizzotto abordou a noção de desenvolvimento de clientes e, consequentemente, de soluções para os mesmos. “Todo mundo geralmente começa o negócio pela criação do produto, antes de pensar no cliente”, justifica. Na parte da tarde, as atividades foram direcionadas aos aprovados no programa, e os debates giraram em torno de ferramentas para os negócios.


Participantes do 2º Webinário Centelha, realizado em 1/12/20

Programa Centelha
O Programa Centelha é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap). É operado pela Fundação CERTI e, em Minas, é executado pela FAPEMIG.

No Estado, 523 ideias inovadoras foram submetidas ao Programa, das quais 15 foram selecionadas. Um vídeo produzido pela equipe responsável pela execução do Programa na FAPEMIG apresenta os projetos selecionados. Além dos recursos financeiros, os empreendedores participam de capacitações e mentoria. Saiba mais aqui