COMPOSIÇÃO FARMACÊUTICA À BASE DE EXTRATO DE ZINGIBER OFFICINALE ROSCOE E USO DESTA PARA PREVENÇÃO E CONTROLE DA ESTEATOSE HEPÁTICA

IDENTIFICADOR: 288 | DATA: 10-03-2021
2636

SETOR ECONÔMICO:

Fármacos


PROBLEMA QUE SOLUCIONA:

A lesão da esteatose aparece devido a interferências no metabolismo dos ácidos graxos. Pode ocorrer devido ao aumento de aporte de ácidos graxos por ingestão excessiva ou lipólise aumentada; aumento da síntese de ácidos graxos. Esteatose também pode ocorrer devido a uma menor formação de lipoproteínas por deficiência na síntese de apoproteina.


SOLUÇÃO APRESENTADA:

Composição à base de extrato etanólico do rizoma de Zingiber officinale Roscoe para tratamento, prevenção e controle da esteatose hepática e que poderá ser usada pela indústria farmacêutica na produção de medicamentos e fitoterápicos.


PRINCIPAIS VANTAGENS E BENEFÍCIOS:

Reduz a esteatose hepática doença causada pelo acúmulo de gotículas de gordura no fígado através do uso de uma formulação fitoterápica contendo gengibre (Zingiber officinale Roscoe). 


POTENCIAIS APLICAÇÕES

Poderá ser usada pela indústria farmacêutica na produção de medicamento fitoterápico podendo ser administrado na forma oral ou por qualquer outra forma farmacêutica aceitável.


ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO:

Pré clínica


TITULARES:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA - UFV


NÚMERO DO PROCESSO DO INPI:

BR 10 2016 022937 5


INFORMAÇÕES PARA CONTATO:

cppi.interacao@ufv.br


LINKS ÚTEIS:

Acesse o pedido de patente de invenção na íntegra aqui.