PROCESSO PARA CONSTRUÇÃO DE ESPECTRÔMETROS DISPERSIVOS

IDENTIFICADOR: 301 | DATA: 23-03-2021
1534

SETOR ECONÔMICO:

Elétrico e Eletroeletrônicos


PROBLEMA QUE SOLUCIONA:

Construção fácil e rápida de espectrômetros dispersivos confeccionados por processo de manufatura aditiva, manufatura subtrativa, moldagem, extrusão, e/ou injeção sem a necessidade de alinhamento ou calibração de comprimento de onda.


SOLUÇÃO APRESENTADA:

O processo se baseia em definir uma faixa espectral de interesse, elaborar um projeto tridimensional usando software adequado baseando-se em um arranjo instrumental válido e nos componentes ópticos previamente escolhidos; realizar a confecção do projeto; montar o instrumento com encaixe dos componentes na peça confeccionada e realizar a calibração dos comprimentos de onda empregado cálculos teóricos.


PRINCIPAIS VANTAGENS E BENEFÍCIOS:

O processo pode ser generalizado para diversos arranjos e faixas de comprimentos de onda, tornando a construção de espectrômetros ópticos dispersivos mais prática, simples, reprodutível e com menor custo. Além disso, soluciona problemas práticos que surgem durante a montagem e validação de tais instrumentos. Dessa forma, instrumentos espectroscópicos funcionais podem ser criados com o simples encaixe de componentes ópticos em moldes planejados, sem a necessidade de alinhamento ou calibração de comprimento de onda.


POTENCIAIS APLICAÇÕES

Análises químicas em laboratórios, uso laboratórios de ensino, instrumento para monitoramento do controle de qualidade em indústrias.


ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO:

Avançado.


TITULARES:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA - UFV


NÚMERO DO PROCESSO DO INPI:

BR 10 2021 000552 1


INFORMAÇÕES PARA CONTATO:

cppi.interacao@ufv.br


LINKS ÚTEIS:

Acesse o pedido de patente de invenção na íntegra aqui.