DAGAPy

IDENTIFICADOR: 303 | DATA: 23-03-2021
3306

SETOR ECONÔMICO:

Agronegócio


PROBLEMA QUE SOLUCIONA:

Em agricultura de precisão, dados adquiridos por sensores são utilizados para caracterizar a variabilidade espacial de atributos do solo e planta. Informações sobre a variabilidade espacial, por sua vez, são utilizados para tomadas de decisões sobre o manejo das culturas, buscando otimizar os sistemas produtivos.  Dependendo da estratégia de amostragem utilizada, isto é, a quantidade e localização dos pontos onde os dados são medidos, esta variabilidade espacial pode não ser caracterizada corretamente. Além disso, pode ocorrer do sensor informar valores que não condizem com os valores aceitáveis para aquela variável que está sendo medida.


SOLUÇÃO APRESENTADA:

O programa de computador foi desenvolvido para ser um sistema de aquisição de dados, com funções de realizar filtragem e análises geoestatísticas de dados obtidos por sensores. A partir de análise geoestatística, o operador do sistema de aquisição consegue identificar, ainda em campo, se a estratégia de amostragem foi adequada. Caso não seja adequada, a análise dos mapas gerados permite identificar os locais em que é necessário a aquisição de mais pontos. O operador pode ainda realizar a filtragem dos dados, excluindo os dados inválidos armazenados na memória do sistema de aquisição de dados.


PRINCIPAIS VANTAGENS E BENEFÍCIOS:

Uma caracterização correta da variabilidade espacial de atributos de solo e planta é a base para o sucesso no manejo das culturas utilizando as técnicas de agricultura de precisão. Da mesma forma, a existência de dados corretos permite que as tomadas de decisões sejam mais assertivas. A partir desta correta caracterização da variabilidade espacial e a existência de dados corretos para tomadas de decisões, o agricultor pode aumentar a eficiência do seu sistema produtivo.


POTENCIAIS APLICAÇÕES:

Sensores e sistemas de aquisição de dados utilizados na agricultura e em outros setores.


ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO:

O referido programa de computador encontra-se completamente desenvolvido, pronto para ser utilizado. O código fonte do programa foi definido como “open source” e disponibilizado no Github.


INFORMAÇÕES ADICIONAIS:

Parte do código fonte do DAGAPy foi utilizado no SmartMap, um plug-in para o QGIS desenvolvido no Departamento de Engenharia Agrícola da Universidade Federal de Viçosa (https://plugins.qgis.org/plugins/Smart_Map/).


TITULARES:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA - UFV


NÚMERO DO PROCESSO DO INPI:

BR 512019002802-3


INFORMAÇÕES PARA CONTATO:

cppi.interacao@ufv.br


LINKS ÚTEIS:

Acesse o registro de programa de computador na íntegra aqui.