TRATAMENTO E RECUPERAÇÃO DE MANGANÊS ORIUNDO DE INDÚSTRIAS DE PAPEL E CELULOSE UTILIZANDO FERRO RESIDUAL DO PROCESSO DE USINAGEM

IDENTIFICADOR: 348 | DATA: 22-07-2021
2780

SETOR ECONÔMICO:

Indústria Química

Papel e Celulose


PROBLEMA QUE SOLUCIONA:

O setor de papel e celulose gera diariamente uma grande quantidade de resíduos, entre os quais o permanganato de potássio que é usado em análises para determinação da lignina oxidável presente nas amostras, ou seja, para estimar o tipo e a qualidade do material.


A toxicidade dos íons permanganato pode ser diminuída a partir da redução de Mn+7 a Mn+2. Uma das maneiras de se realizar esta redução é por meio de matérias primas alternativas e abundantes como o Fe0, residual do processo de usinagem.


SOLUÇÃO APRESENTADA:

Desenvolver um processo para o tratamento e recuperação do manganês oriundo de indústrias de papel e celulose utilizando ferro zero (Fe0 ) residual do processo de usinagem.


VANTAGENS E BENEFÍCIOS:

Os resultados mostraram diversas vantagens como o baixo custo, fácil operação, alto rendimento e boas taxas de recuperação.


POTENCIAIS E PLICAÇÕES:

Na área de tratamento de resíduos.


ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO:

Patente concedida.


TITULARES:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE MINAS GERAIS - FAPEMIG


NÚMERO DO PROCESSO DO INPI:

PI 1103061-5


INFORMAÇÕES PARA CONTATO:

nintec@ufla.br


LINKS ÚTEIS:

Acesse o pedido de patente na íntegra aqui.