TECNOLOGIA ASSISTIVA PARA CÂMERAS FOTOGRÁFICAS

IDENTIFICADOR: 364 | DATA: 23-07-2021
3177

SETOR ECONÔMICO:

Software e Tecnologia da Informação

Educação, Turismo e Entretenimento


PROBLEMA QUE SOLUCIONA:

Resolvemos o problema do uso de câmeras fotográficas por pessoas com deficiência que fazem o uso de cadeira de rodas e que tenham comprometimento de motricidade dos membros superiores, os quais não conseguem suportar o peso da câmera pela baixa resistência muscular usando um sensor vestível usado em locais do corpo que haja a intenção de movimento.


POTENCIAIS E APLICAÇÕES:

Por meio de sensor vestível que pode ser usado em partes do corpo que haja intenção de movimento, o usuário é capaz de manipular o zoom, foco, giro e

inclinação da câmera fotográfica alternando essas funções com toques na própria estrutura ou estendendo ela para outras superfícies metálicas.

Dessa forma, pessoas que antes não estavam limitadas a prática de fotografia por dificuldades em segurar uma câmera, poderão realizar a prática por meio deste sistema.


PRINCIPAIS VANTAGENS E BENEFÍCIOS:

Com esta tecnologia, pessoas com deficiência que não podem segurar e manipular uma câmera fotográfica poderão fazê-la.

O sistema realiza controles de estabilidade da estrutura que suporta a câmera por meio algoritmo melhorando a qualidade da imagem capturada.

As soluções encontradas em base de dados ou patentes, não fazem o uso de um vestível para controle da estrutura e captura dos movimentos do corpo processados por um computador

embarcado centrados para regulagem de uma câmera DSLR, assim como também não tratam trepidações via algoritmo, não usam reconhecimento de toque na estrutura para troca de

funções, sendo esses pontos elencados extremamente fundamentais para pessoas com motricidade fina reduzida ou baixa resistência muscular que usa uma cadeira de rodas.

Por fim, a calibragem para deixar o movimento do sensor mais livre ou restrito em qualquer parte do corpo para operar as funções de zoom, giro, inclinação e foco da câmera são inéditas,

além das duas barras de marcação, sendo uma no zoom e outra no foco, gerando ao usuário uma marcação visual de configurações setadas através do vestível.


POTENCIAIS E APLICAÇÕES:

Educação, Tecnologia da Informação - Hardware, Turismo e Entretenimento.


ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO:

Patente Depositada.


TITULARES:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - UFOP


NÚMERO DO PROCESSO NO INPI:

BR 10 2021 012209-9


INFORMAÇÕES PARA CONTATO:

Núcleo de Inovação Tecnológica da UFOP: nite@ufop.edu.br


LINKS ÚTEIS:

Acesse o pedido de patente na íntegra aqui.