NANOEMULSÃO INCORPORADA DE 10-(4,5-DIXIDROTIAZOL-2-ILTIO)DECAN-1OL: PROCESSO DE OBTENÇÃO, COMPOSIÇÃO FARMACÊUTICA E APLICAÇÃO

IDENTIFICADOR: 378 | DATA: 23-07-2021
1644

SETOR ECONÔMICO:

Fármacos

Serviços de Saúde


PROBLEMA QUE SOLUCIONA:

Faz-se necessário o desenvolvimento de novas moléculas com ação antimalárica, as quais o Plasmodium não apresente mecanismos de resistência. Além disso, faz-se necessário o desenvolvimento de sistemas de liberação de moléculas que permitam veiculá-las de modo que a sua biodisponibilidade oral seja aumentada, tornando o tratamento mais eficaz, e que promovam a liberação contínua e prolongada desta molécula, fazendo com o que o parasito seja permanentemente exposto à terapia, evitando resistência, reincidência e/ou recrudescimento da doença.


SOLUÇÃO APRESENTADA:

A nanoemulsão incorpora o 10-(4,5-dixidrotiazol-2-iltio)decan-1ol, um composto sintético antimalárico atuante contra cepas de Plasmodium resistentes à cloroquina. Devido a este fato, esta nanoemulsão permite o tratamento da malária, inclusive diante de cepas resistentes. Adicionalmente, esta nanoemulsão é composta por excipientes promotores de absorção, que aumentam a biodisponibilidade do 10-(4,5-dixidrotiazol-2-iltio)decan-1ol quando administrado por via oral, sendo um recurso para aumentar a eficácia farmacológica do composto, e consequentemente, a eficácia do tratamento.


VANTAGENS E BENEFÍCIOS:

Este composto apresenta atividade antimalárica contra cepas de Plasmodium, o parasito que induz a malária, inclusive àquele resistente à cloroquina, um fármaco antimalárico usado tradicionalmente no tratamento desta doença.


POTENCIAIS E PLICAÇÕES:

Saúde e Bem Estar.


ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO:

Patente Publicada.


TITULARES:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - UFOP


NÚMERO DO PROCESSO DO INPI:

BR 10 2019 000669-2


INFORMAÇÕES PARA CONTATO:

Núcleo de Inovação Tecnológica da UFOP: nite@ufop.edu.br


LINKS ÚTEIS:

Acesse o pedido de patente na íntegra aqui.

https://www.youtube.com/watch?v=CFS4aTU9msI