FAPEMIG realiza reunião de planejamento com pesquisadores

Bárbara Teixeira - 02-08-2023
2688

Na terça-feira (1º), a FAPEMIG realizou a segunda reunião de aconselhamentos com os coordenadores das Câmaras de Avaliação de Projetos Permanentes com o propósito de tratar assuntos referentes às políticas científicas da Fundação.

A reunião é uma iniciativa da Diretoria de Ciência, Tecnologia e Inovação (DCTI) da instituição como critério de transparência e participação da comunidade científica no planejamento anual da FAPEMIG. Com isso, foram discutidas as novas políticas de bolsas, mudanças das normas de Propriedade Intelectual e o avanço de ferramentas do sistema Evando Mirra, bem como do monitoramento e da avaliação dos projetos; 

Visando desenvolver novas iniciativas e resgatar outras, destaca-se a retomada do Prêmio Marcos Luiz dos Mares Guia, que homenageia pesquisas que tenham contribuído, significativamente, para o avanço da Ciência no Estado de Minas Gerais. Foi discutida, ainda, a criação de nova Câmara Permanente de Inovação, e alinhada a execução das chamadas de 2023.

A próxima reunião está prevista para o final de 2023, com o mesmo objetivo de promover a integração de agentes da ciência na construção do planejamento da instituição. Durante o encontro, também são discutidas pautas pontuais e/ou futuras para auxiliar o desenvolvimento e a atualização de políticas.

De acordo com Ingrid Lamounier Machado, Gerente de Monitoramento e Avaliação (GMR) da FAPEMIG, “essa iniciativa é muito importante para promover a integração entre a comunidade científica e a FAPEMIG, permitindo, assim, a construção de iniciativas que visem contribuir de forma contundente à política de ciência, tecnologia e inovação no Estado”.


Créditos: Camila Rocha

Câmaras de Avaliação de Projetos

De acordo com o Estatuto da FAPEMIG, regulamentado pelo Decreto 47.931, de 29 de abril 2020, as Câmaras de Avaliação de Projetos são compostas por pesquisadores e profissionais de reconhecida experiência e conhecimento em sua área de atuação. 

Os principais objetivos das Câmaras são analisar, quanto ao mérito científico e técnico, os pedidos de fomento, apoio e incentivo dos projetos e propostas recebidas pela Fundação, bem como os resultados dos projetos, além de sugerir e propor medidas que auxiliem a FAPEMIG no cumprimento de suas finalidades.

As Câmaras são divididas por áreas de conhecimento para emissão de parecer técnico com caráter de recomendação quanto à viabilidade de execução de cada projeto avaliado.