FLUIDO DE CORTE HÍBRIDO PARA REDUÇÃO DE DANOS TÉRMICOS EM SUPERLIGA DURANTE A RETIFICAÇÃO

IDENTIFICADOR: 280 | DATA: 09-02-2021
2785

SETOR ECONÔMICO:

Automotivo e Autopeças

Mecânica e Bens de Capital

Indústria Química


PROBLEMA QUE SOLUCIONA:

Danos térmicos em superliga.


SOLUÇÃO APRESENTADA:

Utilização de multicamadas de grafeno com flocos de ordem de 1 a 20 micrometros de tamanho e espessura da ordem de 1 nm a 30 nm, que foram adicionadas ao fluido de corte de base vegetal e semissintético para uso durante a retificação de ligas ferrosas, em condições brandas e severas.


PRINCIPAIS VANTAGENS E BENEFÍCIOS:

- Presença do grafeno em baixa concentração reduziu danos térmicos nas superfícies (minimização de trincas);

- Menor variação de microdureza;

- Menor potência de corte;

- Menores valores de rugosidade e tensão residual de tração;

- Alternativa à técnica convencional de aplicação de fluido de corte que emprega grandes vazões de fluidos.


POTENCIAIS E APLICAÇÕES:

Redução de danos térmicos em liga de níquel durante a retificação plana tangencial em diferentes condições de corte.


TITULARES:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA - UFU

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO - UFTM


NÚMERO DO PROCESSO DO INPI:

BR 10 2018 006216-6


INFORMAÇÕES PARA CONTATO:

NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA UFTM: nit@uftm.edu.br


LINKS ÚTEIS:

Acesse o pedido de patente de invenção na íntegra aqui.