COMPOSIÇÃO COM ATIVIDADE ANTIBACTERIANA, ENVOLVENDO NANOPARTÍCULAS DE OURO, RIFAMPICINA E ANTICORPO

IDENTIFICADOR: 496 | DATA: 20-11-2021
3507

SETOR ECONÔMICO:

Fármacos


PROBLEMA QUE SOLUCIONA:

A invenção será utilizada como agente terapêutico para micobactérias em animais ou humanos como produto farmacêutico, com potencial para tratamento de tuberculose, por permitir o reconhecimento do tecido de interesse: os macrófago; além de servir como sistema de carreamento do fármaco rifampicina, levando a sua internalização e elevada mortalidade do agente infeccioso.


SOLUÇÃO APRESENTADA:

A tecnologia é uma composição que possui atividade antibacteriana e um potencial no combate à bactéria BCG presente no interior das células de macrófagos.


PRINCIPAIS VANTAGENS E BENEFÍCIOS:

Uma composição com elevada especificidade para ser reconhecida por macrófagos e uma vez fagocitada, tenha efeito efetivo no combate a bactérias BCG presentes no interior do macrófago.


TITULARES:

Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - FAPEMIG


NÚMERO DO PROCESSO DO INPI:

BR 10 2019 008418 9


INFORMAÇÕES PARA CONTATO:

pc.critt@ufjf.edu.br


LINKS ÚTEIS:

Acesse o pedido de patente de invenção na íntegra aqui.